sexta-feira, 10 de abril de 2009

FELIZ PÁSCOA


Um dia, a paz vestiu-se de homem e conviveu com a humanidade sofredora e aflita.
Conservava-se em paz mesmo diante das situações mais turbulentas e assustadoras.
Agredido, manteve-se sereno.
Caluniado, exemplificou tranqüilidade.
Diante da tempestade no mar, pediu calma.
Pregado na cruz, permaneceu em paz.
Todavia, antes de partir teve ensejo de dizer:
"A minha paz vos deixo, como exemplo. A minha paz vos dou, como modelo a ser copiado."

3 comentários:

tossan disse...

EU, SENTIMENTO"

Não queria ser só sentimentos
E tê-los assim explícitos na alma
Como espinhos dilacerando a carne
Mas trago-os afiados no coração
Nas entranhas do que me faz emoção
Sou assim e não me furto disso
Aí então, não sei se choro ou se sorrio
Não sei se grito ou silencio
Só sei que sei que eu nem sei
Se eu fogo ou pavio
Se eu chuva ou estio

Elcio Tuiribepi
Beijo e Feliz Páscoa

Isa disse...

E os Homens não entenderam!!
Páscoa Feliz.
Já senti a sua falta.
Beijo.
isa.

Elcio Tuiribepi disse...

Uai...poema meu por aqui...amigo Tossan...
Bela postagem amiga, emociona porque perdoar deveria ser uma obrigação de todos nós, até porque nos faz um bem enorme não guardar nem rancor e nem mágoa...Boa Páscoa...um abraço na alma