quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009


Por favor, não me analise
Não fique procurando cada ponto fraco meu.
Se ninguém resiste a uma análise profunda,
Quanto mais eu...
Ciumenta, exigente, insegura, carente
Toda cheia de marcas que a vida deixou
Vejo em cada grito de exigência
Um pedido de carência, um pedido de amor.
Amor é síntese
É uma integração de dados
Não há o que tirar nem pôr
Não me corte em fatias
Ninguém consegue abraçar um pedaço
Me envolva toda em seus braços
E eu serei o perfeito amor....
(M.Q.)

7 comentários:

Isa disse...

Como concordo com o belíssimo poema.Amar é aceitar o outro como
ele é.A pureza do Amor é essa mesma.
Beijoo.
isa.

LOURO disse...

Querida Amiga!

Lindo texto...Ninguém consegue abraçar um pedaço,me envolva toda em seus braços, e eu serei o perfeito amor...

Beijinhos de carinho

Lourenço

tossan disse...

Não viverei sempre no ar
porque pássaro é da terra também...
nasci para voar e caminhar
para rasgar o tempo,
sonho porque me completa
me seduz, me inspira,
me dá vertigens quando vôo
atravesso a ponte
me sujeito a dominíos
do deconhecido, mas
tendo ao solo aos pés
por vezes! *tossan

Lindo poema o seu1 Beijo

Elcio Tuiribepi disse...

As vezes ficamos mesmo sem tempo, eu mesmo ando assim, super na correria, só aproveitei o feriado...belo poema que sintetiza bem o amor...um abraço na alma

Nilson Barcelli disse...

"Amor é síntese
É uma integração de dados "
O poema é muito bom, mas só por estes dois versos já valeu a pena lê-lo.
Beijo.

Conde Vlad Drakuléa disse...

São poemas assim que enobrecem a Humanidade!!! Parabéns e beijocas do conde ;)

D.Ramírez disse...

Um abraço tem que ser intenso, pq abraços calados dizem mais que palavras e merecedora dele. Poema lindissimo, muito.
Sumimos por razões diversas, mas como nossas casas sempre voltamos porque gostamos. E aqui gosto tbm;)
Besos