terça-feira, 13 de janeiro de 2009

***JAMAIS SABERÁS....





Jamais saberás
deste amor que guardo trancado
e não declaro
nos versos que afloram
quando penso em ti.

Jamais saberás
das lágrimas que deixo rolar
ou dos sorrisos
que teimam em se mostrar
quando te vejo por aqui ou por ali.

Jamais saberás
de qualquer dos meus desejos
e dos anseios disfarçados
por todos os teus beijos.

Jamais saberás
que meus carinhos retalhados
se fossem, um a um, juntados,
mostrar-te-iam que reservo
para ti somente
um amor sem tamanho
que em tudo se faz presente.

Jamais saberás
que és o dono sem concorrência
deste coração
que se perde em ais com tua ausência.

Jamais saberás
que o mundo inteiro eu te daria
se soubesse
que apenas uma chama arderia,
pequenina que fosse,
no teu coração amante,
verdadeira que fosse,
mesmo que por um instante.

Jamais saberás?
Engano meu!
Tu já leste tudo no dia
em que meu olhar pousou no teu

**Cleide Canton Garcia**

11 comentários:

Pelos caminhos da vida. disse...

Que poema hem!!


Um gde dia amiga.

beijooo.

Tatiana disse...

Que belíssima declaração de amor!

Estou encantada após ler algo assim!

Feliz seja o seu dia e que pulse amor sempre em seu coração!

Gilbamar disse...

Esse lindo poema acende a chama do amor de maneira a torná-la perene e inconfundível. Forte e belo.

Fraternal abraço do amigo Gilbamar.

Isa disse...

Que poema! Que beleza esse amor.Boa noite.
Beijoo.
isa.

FRAN "O Samurai" disse...

Oi amiga!

O poema é fascinante. Mais fascinante ainda é saber que o amor é algo tão poderoso que muda e altera sentimentos, vidas, pessoas e tudo por onde ele passa.

Grandes amores nos fazem sofrer bastante. São lágrimas, carências, saudades e tudo isso acontece sempre com intensidade.

Mas vale a pena amar, do que ficar só. Ame e deixe esse sentimento tomar conta do seu coração, pois é gostoso e nos enche de vida sempre.

Beijos.

THYMBERTHY KKALL LLEE disse...

Oi minha Grande amiga Virtual,
Tudo bem com vc?
Que belíssimo poema heim.
grandes poetas, sempre escrevem grandes poemas.
Ha, postei hoje o livro, para vc.
Leia, avalie e depoisssssss..........constatará que não tenho mais que 10 anos. rsrsrsrsrs. Pelo menos mentalmente. rsrsrs.
Um abração para vc.
beijos do amigo
Thymonthy Becker

neide disse...

Que amor lindo!!!
Amar em silêncio é sofrido, mas há de encandescer como as pétalas que trazes na alma.
A vida é sofrer e se divertir.
Por isso, devemos ficar sempre a altura de qualquer sofrimento.

Bjss

THYMBERTHY KKALL LLEE disse...

Oi Diná.
Esqueci de lhe dizer na postagem anterior.
Dia 17 de fevereiro, as 19:00 horas, no centro cultural "Adélia Prado", da biblioteca municipal daqui, acontecerá um grande evento. rsrsrsrsr O Lançamento do meu livro.
Desde já, sinta-se convidada, e se puder vir, irá acrescentar muito a este pequeno evento.Será um prazer, inesquecível.
Do sempre seu amigo virtual,
Thymonthy becker

tossan disse...

Depois do belo poema um outro...

Noite estrelada
Exausta
de tanto
andar
Deito-me
na
areia gelada
Me curvo
Diante da imensidão
do mar
Chega a solidão
Sinto-o
Então a
me agasalhar
cruel
nas suas ondas
gigantes
Respiro aliviada
Vou enfim
descansar

Celamar Maione
Beijo

Olavo disse...

Lindo..mas acho que sempre é bom que saibam de nossa paixão..para poder quem sabe viver todos esses momentos..
beijão

Pelos caminhos da vida. disse...

Prêmio lá no blog para vc amiga.

beijooo.